O CAMINHO PARA UMA VIDA ABENÇOADA – SEMEADURA

O CAMINHO PARA UMA VIDA ABENÇOADA – SEMEADURA

O CAMINHO PARA UMA VIDA ABENÇOADA – SEMEADURA

ts-awesome-cloud-download Lição 12 – Download

  “Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá. Quem semeia para a sua carne, da carne colherá destruição; mas quem semeia para o Espírito, do Espírito colherá a vida eterna. E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos. “ (Gálatas 6:7-9)

O nosso país passa por uma grande crise financeira e, de uma forma ou de outra, todos estamos sentindo os seus efeitos. É preciso identificar como ter uma vida abençoada em meio a esta crise moral, ética e financeira que se apresenta a nós. Mas há um simples e poderoso segredo para vivermos uma vida financeira frutífera e abençoada por Deus.

Nesta lição, estudaremos um princípio espiritual de suma importância revelado pelo apóstolo Paulo, conhecido como a lei da semeadura e da colheita. “Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé. “ (Gl 6:10 )

Qual o ensinamento principal desta passagem bíblica? Quando você lê esta frase “o que o homem semear, isso também colherá”, em que você pensa em primeiro lugar? Numa recompensa ou uma punição? Pensa em algo positivo ou num resultado negativo de suas escolhas?

De uma forma bem clara e direta, Paulo afirma que em todas as áreas da vida nós sempre colheremos o que plantarmos. Ou seja, a lei da colheita é uma lei natural irrefutável estabelecida por Deus, o Criador. Assim, na agricultura nós colhemos o que plantamos (frutas, grãos, verduras, etc.). Mas é também uma lei moral e espiritual, de que todos sempre colherão aquilo que plantarem.

É verdade que este princípio espiritual se aplica para as sementes ruins que plantarmos e para as escolhas erradas que fizermos. Mais cedo ou mais tarde, sempre colheremos as consequências de nossos erros.

Mas vamos olhar positivamente para este texto bíblico. Ele contém uma maravilhosa e poderosa promessa de Deus para os seus filhos que, infelizmente, poucos cristãos conseguem enxergar: todas as boas sementes e as boas escolhas que fizermos voltarão para nós como bênçãos garantidas da parte de Deus.

Então, com base na lei da semeadura e da colheita, podemos afirmar que:

1. NÓS SEMPRE COLHEMOS O QUE SEMEAMOS. Se nós plantarmos semente de maçã, nunca colheremos laranjas. Se plantarmos arroz, nunca colheremos feijão, ou milho, ou batata. Então, se semearmos desrespeito, nunca colheremos amor e admiração, mas somente o mesmo tipo de desrespeito que semeamos. Mas por outro lado, se semearmos amor, colheremos amor. Se semeamos o bem, receberemos de volta o bem que semearmos. Do ponto de vista financeiro, como poderemos colher recursos abundantes?

2. NÓS SEMPRE COLHEREMOS MAIS DO QUE PLANTAMOS. As sementes nunca produzem um por um, mas sempre se multiplicam exponencialmente.

Quando você planta um grão de milho, nasce um pé de milho que produzirá várias espigas de milhos. Um único abacate é capaz de gerar um pé de abacate que produzirá inúmeros abacates ao longo de sua vida. Muitas vezes uma simples escolha, uma palavra correta ou uma boa escolha podem resultar em uma abençoada colheita. Porque nós sempre colhemos muito mais do que semeamos.

Como você correlaciona esta lei espiritual com o que Paulo afirmou em 2 Coríntios 9.6-11? (que tal lermos juntos este importante texto bíblico?)

3. NÓS SÓ COLHEREMOS DEPOIS QUE PLANTARMOS. Assim como o agricultor sempre tem que esperar o tempo certo até que possa colher, espiritualmente falando, as escolhas que fazemos podem não ter consequências imediatas, mas sempre trarão os seus resultados ou consequências.

Por que? Porque nós sempre colhemos depois que plantamos. O que você é hoje é o resultado das escolhas que você fez no seu passado. Cada escolha tem consequências: Boas escolhas têm consequências boas e más escolhas têm consequências desagradáveis. Muitos podem estar vivendo simplesmente o tipo de vida que sempre semearam. Mas, por outro lado, é fantástico saber que o que você será amanhã pode ser modificado, porque será o resultado das escolhas que você fizer hoje e das sementes que semear hoje. (Deus não é maravilhoso demais por sempre nos oferecer uma oportunidade de recomeçar?)

Isto se aplica a todas as áreas de nossa vida. Espiritual, relacionamentos, profissão, família, etc. Nós sempre colheremos o que semearmos. Infelizmente, o que muitos não percebem é que na vida financeira o princípio é o mesmo. Paulo afirmou claramente aos coríntios que se eles semeassem dinheiro, eles colheriam dinheiro.

Pense nisso: se Deus for recompensar você na mesma proporção daquilo que você tem investido no seu Reino, através dos dízimos e das ofertas, e na vida das pessoas, de que tamanho será a sua colheita?

Temos que plantar boas sementes, e com abundância, para que tenhamos uma abundante colheita. E não podemos desanimar se não virmos a colheita de seus esforços imediatamente, porque sempre colhemos depois que plantamos. Se você plantar boas sementes, sempre haverá colheita de bênção. É uma lei espiritual e uma poderosa promessa de Deus.

Deus o abençoe! Pr. Júlio Cozini

Deixe um comentário

Comentário (obrigatório)

“Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem.” Efésios 4.29

Nome (obrigatório)
Email (obrigatório)